domingo, 3 de janeiro de 2010

nova ética

por Rafael Bessa

adentro rubras paredes onde não há luz do dia
percebo seres, de tristes olhos, tumores, agonia
seus corpos dilacerados apesar da senciência

que crime cometeram estes seres tão chagados?
para, como messias das línguas, serem sacrificados
para serem torturados qual redentores da ciência

e pergunto se em mim existe raro defeito
por ainda ter os olhos ligados ao peito
por não saber ver razão na boca que devora

pois ao visitar o não-humano sofrimento
o rosto que vê é o mesmo em lamento
e o olho que crê é o mesmo que chora

qual Francisco pregando à outras espécies
para a glória celeste elevo minhas preces
clamando compaixão por aqueles soturnos olhares

e sei que de extremismo ou loucura me acusarias
por não querer jaulas maiores e sim jaulas vazias
mas urge nova ética além de hábitos alimentares

urge socorrer aqueles olhares
urge nova ética

--

É a minha primeira postagem desde que o Daniel me convidou para o blog, a quem agradeço muito o convite e me desculpo pela demora em contribuir. Apesar de escrever poesia há anos, nunca havia escrito sobre especismo, libertação animal ou veganismo. Espero poder contribuir com frequencia daqui pra frente.

6 comentários:

Daniel Kirjner disse...

Sem palavras! Sensacional!

Anônimo disse...

muito bonito mesmo achei massa, poético! eu seria VEGAN não por que não vejo razão em comer carne, até pq o ser humano sempre comeu animais isso é normal. o que não é normal é a industria exagerada, tratar o animal como produto, a forma como é feito hoje em dia pelo capitalismo! a vaca não acha ruim quando vc vai la com as suas mãos e retira o leite é ate bom faz uma massagem hehehehe...o que não é bom e enfiar tubos e deixar a coitada o dia inteiro lá ate suas tetas ferirem! acho que devemos pensar mais na industria em si e os seus exageros do que se é certo ou errado comer carne! mas é massa a iniciativa!

letícia bispo. disse...

e pergunto se em mim existe raro defeito
por ainda ter os olhos ligados ao peito


MELHOR frase. :~

e sei que de extremismo ou loucura me acusarias
por não querer jaulas maiores e sim jaulas vazias :/

ortegal disse...

prezado anônimo,
Que bom que você consegue olhar para o tratamento dispensado aos animais no capitalismo. Não sei é questão de sensibilidade a mais, mas acredito que o autor enxerga uma necessidade ainda maior de respeito a essas vidas, pelo simples fato de não ver razão ética para interferir no caminho destas.

Mas mesmo assim, eu acho que só pelo que você falou nesse breve comentário você já tem motivos de sobra para se tornar vegetariano, se você conhece os bastidores do tratamento capitalista aos animais. Vá em frente!

ortegal disse...

prezado anônimo,
Que bom que você consegue olhar para o tratamento dispensado aos animais no capitalismo. Não sei é questão de sensibilidade a mais, mas acredito que o autor enxerga uma necessidade ainda maior de respeito a essas vidas, pelo simples fato de não ver razão ética para interferir no caminho destas.

Mas mesmo assim, eu acho que só pelo que você falou nesse breve comentário você já tem motivos de sobra para se tornar vegetariano, se você conhece os bastidores do tratamento capitalista aos animais. Vá em frente!

Pedro Martins disse...

rapaz,
abalou bangu heim!

e pergunto se em mim existe raro defeito por ainda ter os olhos ligados ao peito.